segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Infinita bondade

Boa noite, primeiramente gostaria de expor algumas mudanças que são consideráveis e merecem devidas apresentações sobre a mudança da minha medicação (Lemtrada). Para você que acompanha meu blog deve saber que desde o ano passado comecei o processo de alteração do meu remédio, pois o meu tipo de esclerose múltipla evoluiu, do tipo recorrente remitente para secundária progressiva. De início confesso que fiquei apreensivo e com medo com as mudanças que poderiam acontecer. Admito que elas estejam em um processo rápido de concretização (cada dia que passa sinto estar perdendo um ponto para EM) e nunca foi tão importante a resposta de autorização da compra do medicamento pelo SUS, Sistema Único Saúde.
No final do ano passado me vi em um beco sem direção, para acompanhar alguns sintomas que poderiam estar sendo gerados pela medicação antiga da qual eu fazia uso era necessário fazer um exame cujo valor não era coberto pela Unimed e o novo remédio que fará parte do meu tratamento que possui um valor exorbitante. Tive a ideia de elaborar uma rifa, que seria para a compra da nova medicação ou para executar o exame. Deus em sua infinita bondade colocou em meu caminho pessoas boas e dispostas a me ajudar, com menos de uma semana consegui realizar o exame por meio do laboratório de forma gratuita e a rifa foi vendida em prol do novo remédio.
No começo pensamos que a medicação custava em torno de nove mil reais e por não fazer parte do alto custo precisaríamos ter uma segurança para compra-la caso não fosse concedida. Graças aos amigos, familiares, conhecidos e até desconhecidos consegui vender a rifa e guardar um dinheirinho, mas mal sabíamos do principal. A medicação não custa apenas nove mil reais e sim, 150 mil (essa é a parte engraçada). Imaginem só, eu todo feliz que consegui levantar a grana para o remédio e de repente essa notícia! O tratamento é composto por oito ampolas, cada uma saí para compra particular de 19 a 21 mil reais, totalizando em 152 mil. Tivemos que entrar com um processo judicial que graças a Deus foi concedido pelo juiz, mas ainda esta em São Paulo para ser concretizado. Estou aguardando a resposta e orando para que logo eu tenha uma resposta positiva e de fato inicie essa fase. (Pretendo futuramente descrever como é, como funciona e quais os ricos dessa droga que farei uso, até onde sei e estou confiante é que me fará muito bem). Não estou com tanto medo em relação a isso pois todas as vezes que converso com meu Deus sobre isso é como se ele me dissesse: “não se preocupe o remédio já esta a caminho meu filho”.
Durante esse final de ano conturbado tive a chance de descobrir e manter pessoas na minha vida. Minha família, amigos e em especial uma pessoa que esta sempre comigo e mal sabe ela o quanto esta me fazendo bem (agradecido). Lembro-me em algumas postagens anteriores que o fardo do qual fui destinado a carregar não era de ninguém mais, acredito que assim continuará sendo no futuro, mas o mais curioso é que aprendi a não entregar para ninguém uma dor que me pertence e sim ser fortificado carrega-la com mais firmeza.
Quero agradecer a Deus por permitir tantas coisas boas na minha vida, minha família, meus amigos e com certeza a graça de poder querer conhecer cada dia mais você.

Pés, para que os quero, se tenho asas para voar?
Frida Kahlo

Boa noite e obrigado.
Postar um comentário