quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

SER SIMPÁTICO COM OS MAIS VELHOS É RESPEITAR NOSSO PRÓPRIO FUTURO

Boa tarde, como passaram o carnaval? Estão prontos para quaresma? Já digo que o que importa são as palavras proclamadas pelos lábios e não o alimento que ingerimos. De nada adianta não comer carne se seus coração só fala merda.


Mês passado foi minha colação de grau, finalmente me formei e graças a Deus essa etapa de faculdade acabou! O lado negativo é que não posso trabalhar mais com carteira assinada, muito menos exercer a profissão que tanto lutei pra ter, mas isso não me impede de tentar fazer algo. (Pelo menos algumas coisas)
Nos dias que se aproximavam minha colação de grau pensei inúmeras vezes se conseguiria entrar quando meu nome fosse chamado, é impressionante como fico travado quando estou nervoso. Sinto muita dificuldade para andar, do tipo não levantar as pernas. Dito e feito, quando as turmas começaram se apresentar logo chegou minha vez. Estava andando com ajuda da minha bengala, mas mesmo assim, demorei muito pra caminhar até meu respectivo lugar.
Chegando próximo ao local indicado para os formandos ficarem me deparei com minha mãe de braços abertos esperando minha chegada. Foi incrível aquele momento, fiquei emocionado e segurei para não chorar, tive mais uma das milhões de vezes de afirmações de que com ela eu poderia contar sempre. Obrigado Mãe.
 “Estudei quatro anos na minha vida, conheci pessoas boas, pessoas maravilhosas, pessoas meramente dispensáveis, aprendi e ensinei. Não poderei exercer a profissão por vários motivos, mas de uma coisa eu sei, foram momentos dos quais não terei vontade viver novamente apenas os guardarei com muito carinho”.


Faço hidroterapia e fisioterapia regularmente, duas vezes na semana para ser mais claro. Em uma das aulas estava na sala com uma senhora de idade muito linda e um senhor meio ranzinza. Essa senhora tem problemas nas juntas e na respiração, ela é magrinha dos cabelinhos avermelhados, seus os olhos parecem de uma menininha. Durante a sessão reservei minha atenção plenamente a ela. Alguns exercícios eram para o fortalecimento dos pulmões, a dificuldade em respirar era clara, além disso ela andava de cadeira de rodas e limitava-se em poucos movimento.
Nesse meio tempo de observação, o senhor que nos acompanhava terminou os exercícios despediu-se de todos e foi embora. Notei que para a senhorinha ele disse:
-Tchau senhora! Tchau pra vocês bom final de semana.
Após isso a senhorinha começou falar com a fisioterapeuta que não gostava de ser chamada de senhora, que onde já se viu ser tratada como velha. (Guardei este comentário e usaria o para contornar a situação)
Terminei meus alongamentos me despedi da instrutora e ao falar com a senhorinha disse:
-Tchau mocinha linda, bom final de semana.
Naquele momento o sorriso que ela me ofereceu foi tão sincero que por um instante ela e eu esquecemos o estado de saúde que nos aprisionávamos e o amor entre dois seres humanos falou mais alto que as dificuldades. Passou uma semana e lá estava ela e eu novamente, fazendo fisioterapia juntos. Na hora de me despedir fiz a mesma coisa, disse:
-Tchau mocinha linda, bom final de semana.
Dessa vez ela estremeceu de felicidade e soltou um gargalhada, disse:
-Você não se esqueceu de mim! Obrigado, bom final de semana também.

SER SIMPÁTICO COM OS MAIS VELHOS É RESPEITAR NOSSO PRÓPRIO FUTURO.



Deus no céu, Fampyra na terra! Comecei recentemente um remédio de uso cotidiano para complementar o tratamento da EM. É surpreendente o quanto me faz bem. O preço é um pouco salgado, varia de R$800,00 – R$1.050,00, minha mãe já dar entrada nos papeis e tentar consegui-lo pelo SUS (Sistema Único Saúde), logo relatarei passo a passo desse processo aqui caso você tenha interesse.


Obrigado mais uma vez pela atenção tenha uma boa tarde.
Postar um comentário