quarta-feira, 12 de junho de 2013

"Tudo depende do ponto de vista que você quer ver as coisas acontecerem"

Estava lendo a publicação passada, e percebi que cometi alguns erros durante a digitação mas, espero que a mensagem tenha sido passada. Como podem ter percebido vou chamar a Esclerose Múltipla de amiga e não como uma doença. "Tudo depende do ponto de vista que você quer ver as coisas acontecerem". Lógico não é fácil conviver com problemas de saúde e muito menos limitações consideradas vitais em um homem da minha idade só que também não é difícil. Logo no começo do diagnóstico ser fechado eu fiz mais ou menos cinco ressonâncias magnéticas, fiz um exame que é conhecido como colher liquor da espinha e os normais, HIV, hepatite, hemogramas e tudo mais. Precisou da opinião de quatro médicos. Um que é meu anjo aqui em Presidente Prudente, Ricardo Constante de Kalil e outros três que são anjos que trabalham em Marília, no ambulatório Mario Covas. Para conseguir a medicação que custa até hoje os olhos da cara, minha mãe montou um processo, entrou com um pedido no S.U.S e conseguiu. Hoje não uso mais o Interferon, eu faço uso do Gilenya, que ao contrário do Interferon produzido pela Bayer é menos dolorido (digo isso pois eram injeções em dias alternador tipo insulina e causavam sintomas gripais as vezes) Ah! O site da Bayer é muito bom e contem informações preciosas, http://www.esclarecimentomultiplo.com.br/ e http://www.novartis.com.br/.  O Gilenya já são comprimidos que custam três vezes mais, uns oito mil reais por mês, medicação nova no Brasil, a enfermeira da Novartis disse que eu era o 28° a começar aqui no país (eu me sentindo importante por isso) vish, pra conseguir esse medicamento tivemos que entrar com processo e advogado, e graças a Deus deu certo.
Hoje minhas maiores limitações são não ter força física, descer escadas, rampas, cansar rápido demais com pequenas caminhadas e meu equilíbrio mais pra lá do que pra cá. Geralmente quem se depara com essa visita da amiga EM se assusta e pensa que é uma doença de velho, pois em verdade vos digo, NÃO é! E ninguém vai ficar de cadeira de rodas do dia para noite, e fazer o  tratamento certinho é o mais indicado. Na próxima postagem vou contar mais ou menos como funciona a pulso terapia, parece que é o sonífero para nossa amiga dormir. De efeitos colaterais retemos líquidos, ou seja, engordamos um bocadinho. 
Obrigado por mais um dia de atenção e qualquer pergunta enviar ao meu e-mail, netocruz@live.ca
Ah! Se você enxergar determinada situação ruim e não tiver força de vontade para muda la complica tudo viu.

Postar um comentário